quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Orquídea com cheirinho de chocolate e baunilha


Seu nome científico é Oncidium Sharry Baby,


Há inúmeras espécies de Orquídeas espalhadas pelo mundo, mas somente essa tem um diferencial que atrai além dos olhares,

também aqueles que gostam de um bom aroma.

(Existe uma outra Oncidium, bem igual a essa, que ganhei há uns três, mas não tem aroma e custa a florir).



A orquídea chocolate recebe esse nome porque libera um suave perfume de baunilha, que lembra o chocolate,

além da coloração de suas pétalas que lembra muito a cor do chocolate,

com seus tons de marrom/grená. Seu nome científico é Oncidium Sharry Baby, e é uma orquídea híbrida.

Esta planta é perfeita para quem está começando a cultivar orquídeas, já que não precisa de cuidados extremos.


Os exemplares das mesmas podem durar por muitos anos, e florescer várias e várias vezes.


Se estiver plantado em vaso é possível que seja mudado de lugar até encontrar aquele cantinho que seja o ideal para a sua saúde.


A minha é bem antiga e está num pedaço de xaxim, floresce todo ano e sus haste florida pode chegar a mais de um metro.


Gosta de claridade, pouco sol e não tão quente, não encharcar de água, molhar aos poucos.


Ideal para ser colocada dentro de casa, perto de uma janela.


20170723_151517

Aqui a floração de julho/agosto 2017.

Segurei levemente para fotografar melhor.



20170723_151537

20170729_153753

20170731_114914

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Só para Blogueiras da Região Oceânica de Niterói


BLOG seta


Uma postagem exclusiva para RO.


Se você tem um Blog e mora na Região Oceânica, coloque seu link aqui nos Comentários (no final da postagem).

Precisamos união, divulgação dos nossos trabalhos, ajuda mútua,encontros para um café e por aí vai.

  Blog de artesanato, artes plásticas, culinária, jardinagem, moda, poesia, costura, música ……

Obrigada pela atenção.

Red heart



domingo, 6 de agosto de 2017

Iogurte caseiro–fácil, gostoso e custa pouco

Faço meu iogurte, é rapidinho, não é ácido e fica uma delícia.
Receita:
01 litro de leite integral ou desnatado (pode ser de caixa)
01 potinho de iogurte natural  (usei Nestlé 160g)
* Esquente o forno por 10 minutos, DESLIQUE. Isso  com tempo frio, se for no calor não precisa.

Coloque o leite numa leiteira e esquente, tem que ficar morno, não pode ferver!
Desligue o fogo. Coloque o iorgurte no leite e misture levemente, até dissolver bem.
Tampe a leiteira, enrole bem numa toalha pequena, de mesa, de pano.
Coloque dentro do forno morninho (que já foi preparado).
Deixe por uma noite.
Na manhã seguinte, coloque o iogurte em potinho de plástico e guarde na geladeira.

Separe 01 potinho para fazer mais iogurte, quando acabar essa produção.

De preferência consumir, no máximo, em uma semana.
Fica uma delícia com salada de frutas, goiabada,  bolo,  mel, torrada ou puro.
Também pode usar para temperar saladas no almoço, misturando com limão e azeite.


Aqui no café da manhã.
Pão integral com ricota, salada de frutas com iogurte e café quentinho.
20170806_101751


Aqui no lanche da noite (não janto, apenas lancho).
Com bolo, e se quiser, com geleia de abacaxi ( receita na próxima postagem do blog).

20170805_191324

Gostou? Não é fácil de fazer?
Obrigada pela visita, volte sempre.
Red heart




segunda-feira, 31 de julho de 2017

Tosse? A minha está indo embora ……..

Fiz assim:

01 cebola picada, com a casca.

Mel (quantidade para cobrir a cebola)

Vidro de boca larga


20170730_114944


20170730_115126


20170730_115350



20170730_115659

Guardar dentro de uma armário (local escuro e seco).


20170731_115549


24 horas depois, pode começar a tomar (só o líquido).

1 colher (sopa) , pela manhã, à tarde e à noite.

Ou pode aumentar a dose para 5 vezes por dia.


Minha tosse persistente está melhorando demais, esse já é o segundo vidro que faço, pela melhora, vai ser o último.



Obrigada pela visita, volte sempre.

Red heart

Technorati Tags: ,,,

sábado, 22 de julho de 2017

Bolo de Fubá–Diferente e especial

Prometi e estou cumprindo rsrsrs

Aí vai a receita, tenho ela há anos, mas não faço sempre (fiz este fim de semana).

É super delicioso!

20170722_000614


20170722_00082320170722_001238


Ingredientes:


2 xícaras de fubá


2 xícaras de leite


2 xícaras de açúcar


3/4 de xícara de óleo


4 ovos (claras em neve firme)


1 colh.  (sopa) fermento em pó (só uso Royal)

Pedacinhos de goiabada.


Em uma panela, misture o fubá, o leite, o açúcar e o óleo, até dissolver.

Coloque em fogo alto por uns minutos, depois diminua o fogo e mexendo sempre, até soltar da panela (tipo brigadeiro).

Ao ficar pronto, coloque num recipiente de vidro, para esfriar.

Atenção: misture os outros ingredientes quando a massa estiver completamente fria.

Ligou o forno?

Bata as claras em neve, adicione as gemas (uma à uma) e bata mais um pouco , acrescente o fermento, mexendo delicadamente.

  aí sim, você junta essa mistura ao fubá cozido, que já deverá estar frio.

Coloque com cuidado numa forma de anel (grande), untada com manteiga e polvilhada com fubá,

por cima da massa coloque pedacinhos de goiabada, passados ligeiramente na farinha de trigo,  para não afundar.

Forno preaquecido a 180ºC, por +-  45 minutos (dependendo do forno).

Eu espeto uma faca fina para ver se está assado.


Obrigada pela visita, volte sempre.

Red heart


quarta-feira, 5 de julho de 2017

KEFIR–Você conhece?


Estou querendo “mudas” de KEFIR, para preparar e tomar diariamente.

As “mudas” eram doadas, pois crescem todo dia, mas parece que virou moda e tem gente que vende (o que acho um absurdo).

Fiz uma pesquisa pela internet e descobri algumas coisas.


Kefir é um leite fermentado produzido a partir da ação dos micro-organismos presentes naturalmente nos grãos de Kefir.

Sua origem remonta às montanhas do Cáucaso, há séculos.

O termo kefir vem do eslavo “keif”, que significa bem-estar ou bem viver.

O kefir vem se tornando popular nas últimas décadas, principalmente em países da Europa Central.

 

O aumento do consumo em várias regiões do Brasil está relacionado às suas características sensoriais e funcionais.

Os grãos são constituídos por uma associação positiva entre leveduras e bactérias benéficas.


KEFIR - foto

 

Para produzir kefir é necessário possuir os grãos de kefir, por isso é comum a doação dos grãos pelas pessoas que produzem.

Esses grãos devem ser imersos em um substrato, que pode ser leite [de vaca, cabra, ovelha ou búfala], água com açucar  mascavo ou sucos.

A proporção indicada é de uma colher de sopa de grãos de kefir para cada meio litro de líquido.

A  mistura deve ser colocada em um pote de vidro, que não deve ser tampado, apenas coberto por um pano e mantida a temperatura média de 20ºC a 37ºC.

Para consumir um kefir mais suave, é indicado o tempo de fermentação médio de 6 horas.

Mais forte, deixar 24 ou 48 horas.

Após fermentado, o prazo de validade do kefir sob refrigeração é de até três dias.

Li que o de água não deve ser colocado na geladeira.


O sabor e o aroma do kefir variam de acordo com a ação metabólica das bactérias e leveduras presentes nos grãos.


O kefir de água pode ser produzido em água sem cloro, água de coco, contendo açúcar mascavo , prefiro esse, não tomo leite.

 

Como consumir kefir?

Para consumir o kefir é indicado passar a mistura em uma peneira para separar os grãos do líquido.

Os grãos podem ser reaproveitados para produzir um novo kefir.

A aparência do kefir é semelhante ao do iogurte e da coalhada.

Usar, sempre, garrafas ou copos de vidro, peneiras de plástico.

Não usar metal, alumínio ….


Estou a procura de quem tenha para doar e que seja perto de minha casa (não quero através dos Correios).

Se você já usa o Kefir, conte aqui nos comentários a sua opinião.

Obrigada pela visita, volte sempre.

Red heart


quarta-feira, 28 de junho de 2017

Sorteio do meu blog


maristela

(Foto Maristela)


Sorteio do meu blog, no dia do meu aniversário, clique AQUI.

A ganhadora já recebeu, vejam AQUI a postagem dela.

Obrigada pela visita, volte sempre.

De vez em quando faço um Sorteio Relâmpago, venha participar.

Red heart